Otimize sua página para mecanismos de pesquisa

Para garantir um bom posicionamento de seu conteúdo no Google, ao escrever um artigo ou informações em uma página, é importante identificar uma palavra-chave principal e escrever em torno dela.

Os mecanismos de pesquisa estão cada vez mais inteligentes, além de compreender as palavras-chave, compreendem a intenção do usuário que está pesquisando. O Google tentar entender o que a pessoa está buscando, examina os termos digitados relacionadas a sua pesquisa e depois lhe trás os resultados que sejam mais úteis pro usuário.

Antes de seguir este post, se você ainda não leu Como escolher palavras-chave para seu site ou blog, recomendo a leitura antes de continuar.

Palavras-chave correspondentes

O Google não trás somente a correspondência exata de uma palavra-chave. Se você pesquisou sobre ‘moda fitness’ ele vai trazer resultados também, como por exemplo “roupas fitness’.

Neste caso, podemos usar variações como ‘roupas para academia’ ou ‘roupas para ginástica’. Use sinônimos, plurais, altere a ordem e veja como toda essa brincadeira de palavras vai te trazer um grande resultado. Mas não esqueça que deve estar sempre focado na sua palavra-chave principal pra não fugir do contexto e que o Google entenda sobre o que sua página está falando.

É muito importante usar essa variação na sua página para não ficar repetitiva. Mas, não fique muito preso em só atrair através do Google e acabar esquecendo de prender a atenção do seu leitor. Lembre-se que o seu conteúdo deve chamar atenção e encantar quem está lendo.

Como Otimizar Corretamente uma página de website

Página de website

Como falamos anteriormente, a sua página deve estar toda focada em uma palavra-chave principal.

A introdução e descrição devem conter essas palavras-chave. Escreva sobre o que você vai falar, assim, o mecanismo de pesquisa vai entender qual é o assunto de sua página.

 

Meta Descrição (Meta Description)

Meta Descrição Estatus Web Studio

Meta descrição é sobre o que você vai falar no post, para que, quando um pessoa pesquisar, ela consiga ser atraída por este texto e clicar nele. Use a palavra-chave no seu texto descritivo para, também, ser mais facilmente localizada pelo Google.

Essa descrição vai no código fonte do seu site dessa forma:

<meta name=”descriptioncontent=”Sua descrição.“>

Recomendado no mínimo 140 caracteres e máximo 160. Mesmo assim, após publicar sua página e o Google indexar, verifique no resultado de busca se não está sendo cortado o texto e corrija.

Título da sua página

O título da sua página também deve conter a palavra-chave, pois dessa forma, os mecanismos de pesquisa vão saber do que se trata essa página.

Meta tag Title (<title>)

Inclua também o título no código fonte do seu site. Cada página deve conter um título diferente. Digo isso, pois é um erro comum entre os sites ter o mesmo título e descrição para todas as páginas.

Cada página fala sobre um assunto diferente, dessa forma o título e descrição de cada página devem estar relacionados ao conteúdo dela. Segue nossa sugestão:

‘Título da página | Nome da Empresa’ ou ‘Título da página – Nome da Empresa’.

Teste qual a forma que trás mais resultados para suas páginas.

O número de caracteres ideal em um título é entre 50 e 60, e veja se seu título não está sendo cortado após publicar e ajuste.

A tag no código fonte fica assim <title>Título da sua página | Empresa</title>

No meu caso, eu optei em deixar o título da seguinte forma, por ser a página inicial, incluí também a cidade:

Meta tag títle home page Estatus Web Studio

Um erro dos sites é incluir na sua página inicial no title o texto ‘Home’. Alguém pesquisa por um serviço ou produto ‘home’ ? Se ele pesquisar, você oferece ou sua página inicial está falando sobre ‘home’?

Percebeu o quanto é importante o título da sua página?

URL e Link

Link de sites

A URL da sua página e o link devem conter a palavra-chave principal.

Veja a imagem de exemplo de uma página falando sobre marketing digital, no título e na url em verde.

Titulo da página de marketing digital Estatus Web Studio

Quando for uma URL  longa, use hífen (-) para separar, assim o Google vai conseguir ler a frase. Se inserir um underline (_) o Google entende que é uma palavra só.

Redirecionamento 301

Lembre-se também que qualquer alteração na URL criará um nova página. Se precisar alterar a página, use um Redirecionamento 301, apontando a url antiga para a nova url.

Veja uma explicação do próprio Google como fazer isso. Veja aqui.

Inclua Links no seu conteúdo

É claro que você não irá incluir qualquer tipo de link, ele deve estar relacionado com seu conteúdo.

Você pode incluir links de fontes confiáveis que sejam relevantes ao assunto tratado, isso garante mais confiança do seu site.

Inclua links para páginas internas do seu site, enviando tráfego pra ela.

Links externos funcionam muito bem pra publicações em blogs ajudando a criar conexões, mostra que você fez uma pesquisa e ainda dá ao seu leitor mais recursos além da sua página. Isso é totalmente aceitável e recomendado pelo Google.

Mas atenção! Não exagere nos links.

Imagem com texto alternativo

O Google não sabe do que uma imagem se trata, alias, ele lê texto.

Se estiver usando imagens no seu conteúdo insira no código fonte da imagem um texto alternativo, assim os mecanismos de pesquisa vão entender do que se trata essa imagem e poderão incluir nos resultados de busca ao fazer pesquisa de imagens.

A tag de imagem que fica no código fonte é assim:

<img src=”caminho/da/imagem”  alt=”Aqui vai o texto alternativo”>

Experiência do Usuário

Esse é um item muito importante para todo seu site.

Já ouviu a expressão “não me faça pensar”? Pois é, aqui se aplica também. Mas estamos falando em manter uma experiência ao usuário para que ele, por exemplo, encontre facilmente seu menu de navegação. É importante não dificultar para o leitor mostrando o que ele pode fazer em seguida.

Você pode oferecer um banner para ele baixar um material mais completo sobre o assunto ou enviar para o próximo post. Isso é importante para transformar seu visitante em um contato.

Para leitura, analise se a fonte está boa. Se o contraste entre texto e fundo está facilitando a leitura e utilize alguns espaços em branco para que o leitor tenha um “descanso”. Organize seu texto em títulos e subtítulos, use imagens ilustrativas e listas, se for necessário.

Além disso, o Google analisa a experiência do usuário em suas páginas para classificá-lo.

 

Otimize para dispositivos móveis

Web Design Responsive

Você sabia que no Brasil, do total de pessoas que tem acesso a internet, 66% usam o celular para acessar?

Isso quer dizer que, se seu site ou blog não se adaptar aos dispositivos móveis, você perderá estes usuários que poderiam ler seu conteúdo. Isso também é experiência do usuário. Facilite que ele consiga ler sua página ou publicação pelo seu Smartphone.

Veja aqui a pesquisa.

Além da boa experiência ao seu leitor, você ganha pontos com o Google! Ele valoriza muito site que seja Mobile Friendly. Você pode fazer o teste na página do Google para verificar se seu site está sendo reconhecido como Mobile Friendly por ele.

Acesse: Google Mobile Friendly

Teste Google Mobile Friendly Estatus Web Studio

Teste Google Mobile Friendly site Estatus Web Studio

Promova seu conteúdo

Promover o conteúdo

Chegou o grande momento! Após criar seu conteúdo e otimizar, é hora de promover através de e-mail e mídias sociais.

Quanto mais pessoas verem, indicarem seu conteúdo compartilhando ou colocando link em seus sites, mais popular você fica e ganhará muita admiração do Google e como consequência um melhor posicionamento de sua página no resultado de pesquisa orgânica! 🙂

Agora é só pôr em prática.

Há!… Não deixe de comentar.

Newsletter